domingo, 12 de novembro de 2017

Esperança


Nunca abra mão de ter esperança!
Jamais permita perder a esperança naquilo em que você acredita.
"A esperança não é a última que morre". Se tiver que morrer, que seja você, mas que a esperança jamais morra em seu coração. E se necessário fôr, que você leve ela no seu peito para a sepultura junto com você.

Muitas vezes sofremos golpes profundos e fatais no decorrer de nossas existências. Dramas, perdas, traições e abandonos que nos dão razões que justificam a nossa desistência de lutar por determinados objetivos

Porque há esperança para a árvore que, se for cortada, ainda se renovará, e não cessarão os seus renovos. Jó 14:7

quarta-feira, 8 de novembro de 2017

Conspirações, traições e sabotagens




O mundo no Facebook é lindo!

Lá ninguém trai, ninguém engana, ninguém mente, ninguém admite erro, ninguem sabota, ninguém aceita injustiça e desonestidades e por aí vai...é óbvio que estou simplificando, mas na maioria das postagens e perfis é mais isso que acontece!

No mundo "real" temos que lidar com pessoas que nos traem, nos decepcionam, nos enganam, nos sabotam e muitas vezes, sutilmente, conspiram sem nós nem mesmo sabermos! Detalhe: são as mesmas pessoas "lindas e maravilhosas" que encontramos no Facebook! (sic). Outro detalhe, geralmente, nós mesmos somos cheios de contradições, mágoas, ressentimentos, revanchismos sutis e outros defeitos que decepcionam, sabotam, e que traem à outros.

Estava pensando numa passagem da Bíblia que exemplificasse o que estou escrevendo, mas "rebuscando" em minhas memórias, percebo que as narrativas bíblicas estão cheias de traições, sabotagens, conspirações praticadas até mesmos por queles que chamamos "homens e mulheres de Deus". Talvez, quando Paulo escreve aos romanos que "não há um justo sequer" ele, dentre muitas outras realidades, ele estivesse se referindo aos "homens sagrados" das antigas escrituras do judeus.


Esses dias atrás, um carro com o som alto parou em frente de casa por alguns instantes, estava tocando aquela música "50 reais". Não tenho a mínima idéia de quem canta e nem procurei saber de quem são aquelas vozes femininas e sofríveis que duetavam; eu disse para a pessoa que estava comigo: "nossa que amargura de letra e de uma mágoa raivosa dessas duas!". A pessoa que estava comigo disse que de fato, uma delas tinha dado uma entrevista e que nessa entrevista ela colocou um episódio lamentável de ter encontrado seu namorado com uma amante num motel e que aquele fato serviu de inspiração para a tal música. Sucesso total! 

 Sei que muitas mulheres se identificaram com a tal cantora na música amargurada e vencedora na coleta de dinheiro para as duas e para a gravadora da tal música, mas tambem sei que, essa música carregada de uma amargura raivosa sutil contra os homens vai sabotar inconscientemente a felicidade de muitas mulheres!

Pessoas amarguradas, amarguram pessoas.
Pessoas feridas, ferem pessoas.
Pessoas traídas, traem pessoas.
Pessoas tristes, entristecem pessoas.
E o contrário tambem é verdade.

Jesus disse: "Sede perfeitos como perfeito é vosso Pai celestial"; ele disse isso logo depois do que conhecemos como o sermão "das bem-aventuranças", e nesse sermão das bem aventuranças ele começa dizendo: "felizes os que choram"! Como assim? Felizes os que choram parece uma contradição de termos?!

Não estou me desviando do assunto; no Facebook, como comecei escrevendo, está cheio de pessoas felizes e buscando a felicidade, todavia Jesus disse: "sede perfeitos" e não "sede felizes", porque no caso acima ser feliz significa estar disposto a chorar e chorar de verdade por injustiças sofridas!

Esse "sede perfeitos" tem relação com aquilo que ele vai dizendo nos versos seguintes, no entanto, não estamos interessados "naquela" felicidade que ele descreve e sim na felicidade falaciosa do "Facebook"! Nossa felicidade é fantasiosa e uma miragem, porque na medida que vamos buscando essa felicidade "facebookiana", na vida real, vamos traindo, sabotando e decepcionando pessoas e como um rolo compressor vamos passando por cima de tudo em busca dessa tal felicidade.

É triste, mas é isso mesmo...


reinaldo de almeida

terça-feira, 26 de setembro de 2017

Existe "cobertura espiritual"?



Acredito que nas últimas duas décadas do evangelicalismo brasileiro, igrejas pentecostais e neo pentecostais, elaboraram muitas doutrinas que, aparentemente, tem como base "a palavra de deus", uma delas é a "cobertura espiritual"

Essa "doutrina" tem como regra de fundamento a "autoridade espiritual" de um líder sobre os seus discípulos. O controle do mestre sobre o seu aprendiz. O policiamento espiritual do pastor sobre o membro "de sua igreja".

Essa é uma doutrina que apareceu como resultado de figuras de líderes autoritários sobre grupos que nasceram de cismas, divisões, facções e personalidades carismáticas  que saíram das igrejas mais históricas e tradicionais. 
Veio como resultado da chamada "renovação carismática" e "renovação pentecostal", "batismo no espírito santo" que algumas igrejas "frias" receberam no início das décadas de 50 e 60 e tomaram força nos anos subsequentes.
Como sou um "convertido" da década de 70, experimentei o auge desse fenômeno da experiencia pentecostal e carismática do "batismo com o Espírito Santo com a evidência de falar em línguas estranhas". 
Nas décadas de 70 e 80, pipocaram por todos os lados, e os fundadores das atuais igrejas neo-pentecostais conhecidas nacionalmente e internacionalmente; obviamente, o acesso á mídia televisiva (que até aquele momento era "pecado" ter uma na casa" e de repente foi liberado geral!) e a chegada da "teologia da prosperidade financeira" (norte-americana), ajudou muitos desses líderes a formarem tais denominações e se projetarem como "apóstolos" de Deus! (termo então, raramente usado antes desse fenômeno). A projeção popular em rápida ascensão "autenticava" tais autoridades apostólicas!

De lá para cá, as macros divisões e as micros divisões, grupos e subgrupos, oriundos dos mais diversos meios da igreja nacional aconteceram num ritmo acelerado, tudo em nome do "espírito santo", "uma nova visão", "um novo mover" ou de algum profeta "levantado por deus". Dessa panacéia toda, surgiu, dentre muitas "doutrinas" a tal da "cobertura espiritual".

O interessante, que muitas dessas doutrinas, surgiram como sintoma de uma igreja doente e dividida e ganharam força no meio desse povo que mal faz idéia do que é EVANGELHO!
(o Novo Testamento muito pouco conhecido entre eles!)

Com raras exceções, no meio dessa gente, você irá encontrar comunidades que tenham uma mensagem clara do Evangelho, isso porque, onde realmente o Evangelho é pregado, essas doutrinas NÃO conseguem se manter.

A falsa doutrina não consegue co-habitar com o Evangelho.
Esse é um princípio inflexível que aponta com clareza se o Evangelho está sendo cultivado numa comunidade!

A tal "cobertura espiritual", dentre tantas outras falsas doutrinas, é um mecanismo psicológico de amedrontamento e controle (em nome de Jesus, é claro) que líderes autoritários ensinam para seus discipulos neófitos, uma vez que um coitado desses, cai na lábias dessas personalidades carismáticas e auto-enganadas. É cego guiando cego e ambos indo na direção do mesmo desfiladeiro!

Não existe "cobertura espiritual"! 

Existe quem prega e quem não prega o EVANGELHO!

Em CRISTO, todos estamos cobertos pelo SANGUE DE JESUS!  E acredite, voce não precisa de nenhuma outra espécie de cobertura!

Líderes que pregam o Evangelho, ensinam o Evangelho. São guias amorosos, são conselheiros temerosos que não impõem sua liderança sobre ninguém pois eles mesmos sabem, que JESUS, o verdadeiro pastor de sua igreja não permitiria tal coisa! (Hebreus 13:7)

Portanto, não tenha medo de sair "dessa cobertura espiritual" que algum mercenário do Evangelho, alguém mais parecido com um bruxo ou macumbeiro e que, em "nome de um jesus falso e de um evangelho falso" pode estar enganando voce!

*Em tempo: Receio que com o advento da metodologia de "células", "grupos pequenos", "grupos de comunhão nos lares", "pequenos grupos", (Não sou contra! Mas esse é um outro método que pode virar doutrina em algumas igrejas!) ou qualquer outro nome que forneçam, essa tendência de "cobertura espiritual", venha piorar a personalidade de alguns em relação à isso!?
Fiquemos atentos!

Reinaldo de Almeida



O Apóstolo e Pai da Rede Aliança Jesher Cardoso – só não é mais que o Renê Terra Nova, pois esse é Apóstolo e Patriarca.